0800 643 1878

+ Dicas

O QUE É UM BB CREAM?

Significa Blemish Balm Cream, ou bálsamo da beleza. Eficiente filtro  solar de uso diário, com FPS 30 e proteção  UVA+UVB. Age como hidratante, uniformiza a pele, disfarçando  pequenas imperfeições. Com toque seco, deixa a pele matizada.  Pode ser usado sozinho ou como primeiro passo da maquiagem  diária, prepara e acalma a pele. Previne o aparecimento de  rugas e é antioxidante. Produto completo para cuidado, proteção  e beleza.

QUAL É A DIFERENÇA ENTRE BB CREAM E LOÇÃO FLUIDA?

O BB cream trata a pele, previne o envelhecimento e tem uma cobertura muito leve. É um produto completo para a pele do rosto com suave cobertura. Sua tonalidade se adapta a maioria das peles. Já a loção fluida tem cobertura mais fechada e protege a pele do sol, porém não possui todas as propriedades de tratamento do bb cream. A função principal da loção é proteger a pele, cobrir as imperfeições e hidratar suavemente.
Assim, dependendo da ocasião, pode ser usado somente o bb cream, apenas para uniformizar a pele. O bb cream também pode ser usado no lugar do primer, além de uniformizar a pele, já oferece uma leve cobertura, facilitando a aplicação da base e maquiagem. Tanto o bb cream quanto as loções fluidas podem ser reaplicados sempre que necessário. A reaplicação de produtos com proteção solar é altamente recomendada pelos dermatologistas, para manter a pele protegida.

O BB CREAM VEM APENAS EM UMA TONALIDADE?

Sim, pois ele se adapta a maioria das tonalidades de pele. Seu objetivo não é maquiar e sim dar apenas uma leve cobertura e uniformidade à pele.

O QUE SÃO ANTIOXIDANTES?

Antes de entender o que são antioxidantes, precisamos esclarecer o que são radicais livres. Radicais livres são moléculas, átomos ou íons extremamente reativos que podem ser destrutivos quando atacam células saudáveis e lesam seu ácidos nucleicos (DNA e RNA), causando envelhecimento prematuro e danos ao sistema imunológico. A atividade dos radicais livres pode levar a lesões graves na pele. Antioxidante é qualquer substância que bloqueia ou retarda as reações de oxidação. Como ingredientes de produtos para a pele, ajudam a evitar os danos causados pelos radicais livres. São componentes absolutamente indispensáveis nos produtos de combate ao envelhecimento.

PELE OLEOSA

Ter a pele oleosa é uma queixa comum entre as brasileiras. Mas alguns cuidados simples podem ajudar a diminuir este incômodo. O primeiro é mantê-la limpa. Mas limpeza não é sinônimo de passar sabonete e esfregar. É preciso usar produtos adequados para este tipo de pele. Eles irão promover a limpeza e evitar o famoso “efeito rebote”, que faz com que a pele fique ainda mais oleosa após algumas horas. Com a pele limpa, é hora da proteção solar. Muitas pessoas com pele oleosa recusam o uso de proteção diária, pois ficam com a pele ainda mais oleosa. Aqui, novamente vale a dica do produto certo. O produto deve ser sem óleo (oil-free). Um primer (Gel Facial FPS 30) ou bb cream tem bastante utilidade neste caso, pois eles têm a capacidade de absorver a oleosidade e manter o aspecto de pele sequinha por mais tempo. Pele oleosa não é sinônimo de pele hidratada. Este tipo de pele também precisa de hidratação. Aqui novamente vale a busca de produtos específicos, geralmente em gel, hidratam e evitam o brilho indesejado. Por fim, alimentação saudável, beber água e evitar ficar passando as mãos nas regiões oleosas contribuem para manter o aspecto sem brilho da pele por mais tempo.

SAIBA QUAL O TIPO DE PROTETOR SOLAR É O MAIS INDICADO PARA A SUA PELE:

Nem sempre é fácil identificar qual o tipo de protetor solar é o melhor para a nossa pele. Por isso preparamos um guia para auxiliá-lo nessa escolha:

http://apexnovidades.blogspot.com.br/2013/04/3-cuidados-basicos-para-uma-pele-mais.html

CRIANÇAS E O SOL

A proteção das crianças é responsabilidade dos pais! Você ensinou seus filhos que é preciso escovar os dentes todos os dias, assim como tomar banho. Muitas vezes você brigou e perdeu a paciência, mas não desistiu. Quando temos certeza do que queremos, conseguimos fazer com que eles entendam e aprendam, pois sabemos que vale a pena “comprar a briga”. A proteção solar deve ser encarada da mesma forma. Ensinando desde pequenos a importância de se proteger do sol, esta ideia será incutida como verdade e seus filhos se habituarão a ela como hoje se habituaram a escovar os dentes todos os dias.

Prevenção e educação = saúde da pele

Proteja as crianças sempre e estimule os adolescentes a se protegerem, é um hábito que deve ser formado desde cedo. Cerca de 75% da exposição solar acumulada durante toda a vida ocorre até os 20 anos de idade, sendo muito importante a proteção solar nesta faixa etária. Iniciando o hábito com seus filhos pequenos é muito mais fácil, eles se acostumarão rápido e vão manter o uso quando chegarem à adolescência, época de maior exposição ao sol. Para os adolescentes uma boa conversa e uma navegada conjunta pelo site podem ajudar a convencê-los. Tenha sempre filtros solares em casa e pergunte antes deles sairem se já passaram o filtro e se o estão levando para a praia. Insista, “compre mais esta briga”, a saúde futura deles está em jogo. Saúde é investimento, invista em saúde desde cedo, você não vai se arrepender.

Regra do sol para as crianças: não use filtro solar em bebês com menos de 6 meses de idade. Mantenha-os fora do sol. Assegure-se de que há sombra total nos carrinhos e na cadeirinha do carro. Quando sair na rua, use sempre sombrinhas para o sol.

Para crianças de 6 meses ou mais:

  • Evite o sol entre 10 e 16 horas, quando a radiação solar é mais intensa.
  • Proteja a criança com chapéus e roupas. Um bom chapéu de sol deve proteger as orelhas, nariz e lábios. Isso também reduz o risco da criança vir a desenvolver catarata mais tarde.
  • Aplique filtro solar com FPS 15 ou mais em todo o corpo de seu filho.
  • Reaplique o filtro solar a cada 2 horas, principalmente quando ele for à água ou transpirar muito.
  • Alguns remédios fazem com que a pele fique mais sensível ao sol. Quando o pediatra prescrever alguma medicação, pergunte se o sol deve ser evitado.
  • Não se engane com dias nublados. Os raios solares perigosos atravessam as nuvens e a neblina.
  • Cuidado com a luz refletida. A luz do sol reflete na areia, no concreto e na água, atingindo a pele, mesmo na sombra.

A sombra ensina a identificar o horário proibido. Ensine suas crianças a examinar a própria sombra. Elas vão aprender desde cedo a evitar o pior horário do sol. Próximo ao meio dia nossa sombra fica menor do que o tamanho de nosso corpo, é o horário da sombra curta. É quando devemos evitar o sol. Quando nossa sombra está maior do que nosso corpo, podemos ficar ao sol, mas com protetores solares. É o horário da sombra longa. As crianças gostam de aprender a identificar os diferentes horários e se acostumam a entender as diferenças entre eles e a importância de evitar o sol entre 10 e 16 horas.

MELANOSE SOLAR (“MANCHA SENIL”)

Você, com certeza, já deve ter ouvido alguém falar em “manchas senis”. Elas são popularmente chamadas assim porque costumam aparecer em pessoas com idade mais avançada. Na verdade, estas manchas não são provocadas pela idade e sim pelo dano causado pelo sol ao longo dos anos. Como o resultado da ação do sol só vai aparecer com o passar do tempo, as melanoses solares são mais comuns em pessoas de idade. Daí o nome “mancha senil”. É fácil comprovar que a mancha senil é, na verdade, uma mancha solar. Basta olhar a pele da região das axilas ou a parte interna dos braços, que ficam protegidas do sol, e ver que, apesar de terem a “mesma idade” que a pele afetada pela melanose solar, ali não se encontram as manchas. As melanoses solares são manchas escuras, de coloração castanho a marrom, geralmente pequeninas mas que podem chegar a alguns centímetros de tamanho. Elas surgem apenas nas áreas que ficam muito expostas ao sol, como a face, o dorso das mãos e dos braços, o colo e os ombros. São mais frequentes em pessoas de pele clara. O dano solar acumulado ao longo dos anos induz ao aumento do número de melanócitos (célula que produz o pigmento que dá cor à pele) e da sua atividade, produzindo mais melanina e escurecendo a pele. O ideal é a prevenção do surgimento das manchas, que deve ser feita através do uso de proteção solar nas áreas continuamente expostas ao sol, onde as manchas se manifestam. Não é apenas o sol da praia ou piscina, mas também o sol do dia a dia, que paulatinamente vai danificando as células que, no futuro, vão sofrer alterações e dar origem às manchas. O tratamento pode ser feito de várias maneiras, como a cauterização química, a criocirurgia, a dermoabrasão, os peelings químicos e o uso da luz intensa pulsada . Os resultados costumam ser bons, desde que a técnica seja empregada de forma adequada. O exagero na aplicação pode deixar manchas claras ou até mesmo cicatrizes residuais. O profissional treinado para estes tratamentos é o médico dermatologista.

*texto retirado do site dermatologia.net

O QUE É RADIAÇÃO UVA, UVB E UVC E POR QUE DEVEMOS NOS PROTEGER?

A Radiação Solar é composta Por diversos raios, com diferentes comprimentos de onda. Os raios cósmicos, gama, X e UVC são barrados pela camada de Ozônio. Os Raios UVB, UVA, visíveis e infravermelhos ultrapassam essa camada. Os raios prejudiciais à nossa pele são o UVB e UVA, dos quais temos que nos proteger.Os raios UVB são os que provocam a queimadura solar, deixando a pele vermelha. Você sabia que o número que está escrito no protetor solar (15, 30, 50) se refere à proteção UVB? Veja abaixo a porcentagem absorvida de radiação eritrematosa (UVB):

☼ FPS 8: 87,50%
☼ FPS 15: 93,34%
☼ FPS 20: 95,00%
☼ FPS 30: 96,67%
☼ FPS 40: 97,50%
☼ FPS 50: 98,00%
☼ FPS 128: 99,99%

A Radiação UVA são os raios que atingem as camadas mais profunda da pele, causando o envelhecimento precoce e as manchas na pele. Todos os protetores da PERFECT*SUN contam com proteção UVA.

QUER CONHECER MAIS, CLIQUE AQUI.